DPI x LPI: Entenda por que a Ingral possui o melhor da impressão!

Existe um senso comum que fala que a imagem para sair bem na impressão tem que ter 300 DPI. Mas você sabe o que significa isso?

A resolução, também conhecida pela sigla DPI, dots per inch, pode ser descrita como o número de pontos (pixel) que cabem horizontal e verticalmente em um espaço de uma polegada. Geralmente, quanto mais pontos por polegada, maior é a nitidez da imagem.

Na impressão offset, utilizamos o LPI, lines per inch (linhas por polegada). Consiste na lineatura, ou seja, número de linhas de pontos de impressão por polegada.

Quanto mais linhas de pontos tiver a imagem, menores são os pontos e maior a definição e detalhe da imagem. A lineatura a ser utilizada depende do processo de impressão empregado e também das características do papel utilizado.

Para determinar a resolução de uma imagem, a indústria gráfica adotou a seguinte regra básica: 2 pixel por ponto de trama no tamanho final fornecem o grau de detalhe necessário para reprodução.

A cada unidade de LPI deverão corresponder 2 pixel de imagem ou 2 DPI:

 

Por isso, o conceito de 300 DPI é antigo e aplicava-se quando da época do fotolito e da utilização de 150 LPI na confecção da matriz de impressão.

Hoje, com o avanço dos CTP, Computer to plate, e aumento da qualidade da gravação de matrizes gráficas, a Ingral há mais de 2 anos utiliza 200 LPI para suas produções em papel couche. Com um dos melhores CTP do Brasil em tecnologia de gravação e máquinas calibradas e reguladas, obtemos maiores detalhes nas imagens e maior nitidez na impressão.

Não é à toa que os clientes da Ingral reconhecem essa qualidade! Por isso da próxima vez, se preferir, pode nos enviar o arquivo em 400 DPI. Temos tecnologia de ponta para reproduzir!

Comments are closed.